Açorda de Alho à Alentejana para o almoço

Um almoço tipicamente alentejano esperava a Fernanda num destes dias que esteve em casa da Clara. E claro que serviu para aprender a fazer a famosa açorda. É simples, rápido e barato. Aqui está a receita da Açorda de Alho, também conhecida como Sopa à Alentejana, que se faz em casa da Clara com alguma frequência. A Fernanda nem ao pão resistiu. Veja o vídeo com atenção e experimente fazer porque é muito fácil. Bom apetite!

Segundo os antigos, era um prato que se comia frequentemente no dia a dia de trabalho no campo, só que, na altura, era feita sem proteína e quase sem azeite. Bem mais pobre do que aquela que esperava a Fernanda. Hoje em dia, também se usa fazer esta sopa depois dos dias de festa, fartos em comida ou bebida, para ‘desenratar’ dizem, que é como quem diz, ’desressacar’.

A receita

Ingredientes

  • Bacalhau e/ou peixe )1/2 posta pequena por pessoa)
  • 2 ou 3 batatas
  • ½ molho de coentros e ou poejos
  • 1 dente de alho grande
  • ¼ de pimento verde
  • 1,5 dl de azeite
  • Ovos
  • Água e sal
  • Pão alentejano cortado em pequenas fatias

Ingredientes da Açorda de Alho

Como fazer

Leve o bacalhau e as batatas (e peixe) a cozer em água abundante. Depois de cozido, retire o bacalhau e as batatas e reserve a água. À parte esmague os coentros com o alho e um pouco de sal (atenção ao sal da água de cozer o bacalhau) num almofariz ou pique tudo na picadora. Deite os coentros picados numa taça, ou terrina de ir à mesa, e junte o azeite e o pimento cortado em pedacinhos pequenos. Leve de novo a água de cozer o bacalhau a ferver e ponha os ovos a escalfar durante cerca de um minuto. Retire os ovos e deite de imediato a água bem quente na mistura do azeite com os coentros e o pimento. Mexa com uma colher e mergulhe algumas fatias de pão. A sua sopa está pronta a servir.

No prato sirva um pouco de bacalhau, a batata, o ovo escalfado e em seguida cubra com as sopas de pão e caldo abundante. Reponha as fatias de pão, na terrina, apenas quando precisar de mais para que não fiquem demasiado moles.

Delicie-se com esta sopa e com o cheirinho a coentros e/ou poejos. Bom apetite!

A Clara passa bem sem batata e sem pão

A Fernanda nem ao pão resistiu!

A Clara passa bem sem batata e sem pão, mas a Fernanda nem ao pão resistiu. Experimente!
É muito fácil e bom!

Beijinhos da Clara e da Fernanda